top of page

Brasil, Argentina e Bolívia podem trocar dólar por moeda chinesa no comércio exterior

Possibilidade de o Brasil passar a fazer transações sem dólar ocorre depois da forte repercussão da viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à China

Reprodução

Argentina, Brasil, França e algumas nações árabes já cogitam substituir o dólar pelo yuan, a moeda chinesa, em transações comerciais internacionais. Na última quinta-feira, a Bolívia também se manifestou a favor da mudança. Foi o que afirmou o presidente do país, Luis Arce, durante encontro com jornalistas em Laz Paz.


O presidente disse que instruiu o Banco Central da Bolívia a investigar se a substituição do dólar pelo yuan no pagamento pelas importações funcionaria bem. As reservas internacionais do país estão em queda, o que ocasiona falta de liquidez em dólares. Para lidar com isso, o governo boliviano estuda formas de reduzir a dependência da moeda estadunidense. Arce mencionou os outros países que já partiram para esse caminho.


A possibilidade de o Brasil passar a fazer transações sem dólar ocorre depois da forte repercussão da viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à China, em que o anúncio de um acordo nesse sentido causou irritação em autoridades estadunidenses. A Argentina também deve iniciar transações comerciais por meio de moedas locais com Brasil e China.


Com informações do Brasil de Fato

4 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page