Deslocamento por violência na Colômbia aumentou 181% em 2021, diz ONU


Foto: Thomson Reuters Foundation/Anastasia Moloney

O deslocamento interno motivado pela violência na Colômbia aumentou 181% de 2021 em relação a 2020. O movimento deixou 73 mil vítimas, segundo o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), órgão diretamente relacionado à ONU.


O OCHA destacou que estas pessoas foram forçadas a fugir de seus "territórios de origem" pela pressão de organizações ilegais.


64% dos deslocados fugiram após receberem ameaças "diretas por meio de telefonemas, panfletos e mensagens".


Em setembro, antes de consolidar o registro anual, a OCHA já tinha alertado que 2021 seria o ano com mais deslocamentos desde 2012.


Os "ataques diretos contra a população civil" também aumentaram 37% em relação ao ano anterior.


As comunidades negras (42%) e indígenas (15%) são as principais vítimas. Do total de deslocados, 18% são crianças.


A OCHA calcula que apenas 11.700 dos deslocados (16%) em 2021 voltaram a seus lares.


Se tratando apenas do Pacífico colombiano há uma "crise de proteção associada à presença de mais de cinco atores armados que disputam o controle territorial e social", acrescenta o informe.


Ao longo de seis décadas de conflito interno na Colômbia, pouco mais de oito milhões de pessoas foram deslocadas, o que representa 16% da população atual do país (50 milhões), segundo o registro estatal de vítimas.


Fonte: G1


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo