top of page

Inflação faz Argentina aumentar isenção do Imposto de Renda

Anúncio da nova faixa de isenção do Imposto de Renda foi feito pelo ministro da Economia da Argentina, Sergio Massa.

O ministro da Economia da Argentina, Sergio Massa, anunciou que, diante da perda de poder aquisitivo da população devido à forte inflação do país, o governo concederá um alívio fiscal para os trabalhadores que pagam Imposto de Renda (IR).


“Decidimos aumentar, a partir de maio, o piso do Imposto de Renda para 506.230 pesos [aproximadamente R$ 11 mil no câmbio oficial], gerando um alívio fiscal para mais de 250 mil trabalhadores que deixarão de pagar o imposto a cada mês”, escreveu Massa no Twitter neste domingo (7/5).

Com a mudança, o piso do imposto de renda subirá 125%, sendo superior ao índice de preços ao consumidor, que já está em 104,3% em março, na comparação com o mesmo mês do ano passado.


A mudança vinha sendo uma exigência dos sindicatos dos país, pois o reajuste dos salários mínimos faz com que com os trabalhadores tenham que pagar Imposto de Renda. Neste ano, o aumento foi de 26,6% será aplicado em três parcelas: 15,6% em abril, 6% em maio e 5% em junho. Com isso, o salário mínimo alcançará 87.987 pesos (pouco mais de R$ 2.180,00) em junho.

A próxima revisão do salário mínimo será feita em 15 de julho.


Informações do Metrópoles.

3 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page