top of page

Mulher dada como morta é encontrada com sinais vitais durante próprio funeral no Equador

Idosa de 76 anos teve uma “paragem cardiorrespiratória” à qual não respondeu após a realização de manobras de reanimação


Idosa considerada morta acorda dentro de caixão no próprio velório no Equador

Imagem: Arquivo pessoal/Twitter



Uma mulher que havia sido declarada morta foi encontrada com sinais vitais e batendo em seu caixão durante seu funeral em Babayoho, uma cidade costeira na província de Los Ríos, no Equador.


Os familiares relataram o ocorrido no sábado (10) por meio de um vídeo que viralizou nas redes sociais e confirmaram que, após abrirem o caixão, perceberam que Bella Montoya ainda respirava.


“Peguei o caixão e o coração dela batia forte, e a mão esquerda batia no caixão. Ligamos para o 911 para trazê-la aqui para o hospital”, disse seu filho, Gilbert Barberán, no vídeo postado nas redes sociais.


Após a descoberta, a família ligou para os serviços de emergência que a transferiram para o Hospital Martín Icaza para tratamento.


“Faltava oxigênio, ar, ninguém imaginava que ela batia na caixa assim”, disse Gilbert Barberán.


O Ministério da Saúde do Equador informou no domingo (11), por meio de um comunicado, que Bella Montoya foi internada com o diagnóstico de “acidente vascular cerebral”.


Posteriormente, segundo a entidade, a idosa de 76 anos teve uma “paragem cardiorrespiratória” à qual não respondeu após a realização de manobras de reanimação. O médico responsável pelo plantão confirmou então o seu óbito.


O Hospital Martin Icaza de Babahoyo pertence ao Estado, razão pela qual o Ministério da Saúde anunciou que havia convocado um Comitê de Auditoria Médica para avaliar as responsabilidades no caso de Bella Montoya.


“Para analisar este caso em profundidade, o Ministério da Saúde, em coordenação com a Agência de Garantia da Qualidade dos Serviços de Saúde, constituiu uma Comissão Técnica Nacional e vai iniciar uma auditoria médica para apurar responsabilidades face à alegada confirmação da morte”.


Montoya continua internada na Unidade de Terapia Intensiva, onde permanece entubada com diagnóstico reservado.


Em meio a dúvidas, Barberán disse que foi convocado na terça-feira (13) para uma reunião no hospital Martín Icaza para saber o estado de sua mãe, e espera saber mais detalhes do laudo médico que diagnosticou erroneamente sua morte.


Informações da CNN.

2 visualizações0 comentário

תגובות

דירוג של 0 מתוך 5 כוכבים
אין עדיין דירוגים

הוספת דירוג
bottom of page