Na Argentina, presidente do Chile pede união entre os países latinos


Foto: Reprodução/Twitter Gabriel Boric

O presidente do Chile, Gabriel Boric, fez nesta segunda-feira (4) um apelo à unidade latino-americana e destacou a "profunda irmandade" que une seu país à Argentina, em uma visita de Estado a Buenos Aires, em sua primeira viagem ao exterior como mandatário.


"O Chile parte da América Latina e embora durante muito tempo tenhamos olhado para outras direções, para o norte ou para o Pacífico, em relações que nos interessa manter e aprofundar, nossa base é a América Latina. Daí vamos construir comunidade, cooperação e internacionalismo", declarou Boric, ao afirmar que a região tem "desafios que são profundamente compartilhados". "A América Latina tem que recuperar uma voz unida, uma voz de cooperação, que seja conjunta no cenário global", enfatizou durante uma coletiva de imprensa conjunta com seu anfitrião, Alberto Fernández.


Boric disse que a escolha da Argentina como o destino de sua primeira viagem internacional vai além de uma tradição chilena. "Temos uma enorme fronteira compartilhada, mas também por uma questão de trajetória pessoal, sinto uma profunda irmandade com o povo argentino. Fui criado na Patagônia. Na Patagônia não há fronteiras", disse o presidente, nascido na cidade de Punta Arenas.


Ao seu lado, Fernández concordou em que a cordilheira dos Andes é "uma fronteira que nos une e não que nos divide" e defendeu "a concretização do corredor bioceânico ao qual o norte argentino aspira e que permitirá unir o Chile ao Brasil".


Fonte: GHZ Mundo - Leia a matéria completa

4 visualizações0 comentário