Praias no Peru ficam banhadas por óleo após navio ser afetado pela erupção em Tonga


Foto: Reuters/reprodução

Pelo menos dois quilômetros da costa central do Peru e duas praias foram sujas por petróleo derramado de um navio de carga. A embarcação foi atingida por ondas causadas pela erupção do vulcão em Tonga, disse o ministro do Meio Ambiente, Ruben Ramirez, nesta segunda-feira (17).


O ministério supervisionou a limpeza da área no distrito costeiro de Ventanilla, onde o vazamento ocorreu no domingo (16) durante o descarregamento de petróleo bruto do navio para abastecer a refinaria La Pampilla, de propriedade da empresa espanhola Repsol.


Mais cedo, o Instituto Nacional de Defesa Civil (Indeci) e o centro de emergência do Ministério de Energia e Minas disseram em comunicado que as marés altas registradas em Ventanilla, em decorrência da erupção do vulcão, impactaram o processo de descarga de petróleo bruto para a refinaria.


Nesta terça-feira, autoridades peruanas disseram que o vazamento atingiu três praias: Costa Azul, Bahía Blanca e Cavero de Ventanilla. Equipes especializadas foram destacadas para prestar cuidados veterinários à fauna terrestre local afetada pelo derramamento.


A Indeci disse ter o vazamento sob controle, embora o trabalho de limpeza continue. O órgão não revelou quanto foi derramado, mas a Agência de Avaliação e Fiscalização Ambiental (OEFA) disse que iniciou uma investigação para determinar a responsabilidade pelo derramamento.


Já a refinaria de Pampilla informou em comunicado que “a violência das ondas” no sábado devido à erupção do vulcão causou o que foi chamado de “derramamento limitado” de petróleo quando um navio estava descarregando o produto.


Com informações da CNN

1 visualização0 comentário