top of page

Presidente Lula volta a defender nova moeda para transações com a Argentina

Lula também pediu a diretora do FMI tratamento especial sobre a dívida externa do país vizinho


Durante entrevista coletiva para a imprensa internacional após o encontro do G7 no Japão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um balanço sobre os encontros bilaterais que teve com pelo menos 10 líderes mundiais, defendeu uma negociação de paz entre Russia e Ucrânia e voltou a defender alternativas ao dólar para transações comerciais entre os principais parceiros do Brasil, como a Argentina.


Lula também citou a crise da Argentina e pediu a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, tratamento especial sobre a dívida externa do país.


De acordo com um breve comunicado da Presidência, a situação na Argentina foi discutida na reunião privada de Lula com a diretora do FMI, como um assunto necessário “para o equilíbrio regional dos países sul-americanos”, sem dar mais detalhes. Outro tema abordado no encontro foi o impacto da pandemia de Covid-19 nos países mais pobres. Tanto Lula quanto Georgieva concordaram com a necessidade de os sistemas financeiros das nações afetadas receberem recursos para ajudar em seu processo de recuperação.



4 visualizações0 comentário

Σχόλια

Βαθμολογήθηκε με 0 από 5 αστέρια.
Δεν υπάρχουν ακόμη βαθμολογίες

Προσθέστε μια βαθμολογία
bottom of page