Venezuela e Nicarágua declaram apoio à Rússia


Foto: Reprodução

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e o ditador da Nicarágua, Daniel Ortega, declararam apoio ao presidente russo, Vladmir Putin, na investida militar contra a Ucrânia.


Maduro, após encontro com ministros, nesta quarta-feira (23/2), fez um pronunciamento para TV venezuelana e defendeu: “A Venezuela está com Putin, está com a Rússia, está com as causas corajosas e justas do mundo e vamos nos aliar cada vez mais”.


Na mesma tendência, Ortega, considerado um tirano pelo Ocidente, expressou apoio a Putin no reconhecimento das regiões separatistas Donetsk e Luhansk.


“A Ucrânia está procurando uma maneira de entrar na Otan [Organização do Tratado do Atlântico Norte] e entrar na Otan é dizer: ‘vamos à guerra com a Rússia’. E isso explica por que a Rússia está agindo do jeito que está: está simplesmente se defendendo”, declarou.


O apoio de Maduro e de Ortega ocorre em meio a uma escalada sem precedentes na crise entre a Rússia e a Ucrânia. Esta quarta foi um dos momentos mais tensos desde o início dos embates, em novembro passado.


Na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o risco de um conflito armado dominou os discursos. Representantes da Rússia, Ucrânia, dos Estados Unidos, além do secretário-geral da entidade, António Guterres, falaram sobre o tema. Isso em meio a várias sanções econômicas contra os russos.


Com informações do Metrópoles



2 visualizações0 comentário