Paraguai: Ataque de piranhas deixa quatro mortos e 20 feridos


Foto: Reprodução

Quatro banhistas foram mortos em uma onda de violentos ataques de piranhas no Paraguai. Outras 20 pessoas acabaram feridas.


Um dos mortos era um jovem de 22 anos, que se perdeu da família enquanto estava na praia. Segundo o jornal Mirror Online, os familiares entraram em contato com a polícia e, após uma busca de 45 minutos, o corpo do homem foi encontrado gravemente ferido


O ataque ocorreu enquanto ele nadava no rio Paraguai, ao sul da capital Assunção, em Itá Enramada, no último domingo (2/01). Os exames de autópsia confirmaram que o homem de 22 anos foi morto na água por piranhas.


Um homem de 49 anos também foi morto no rio Paraguai, na cidade de Puerto Rosario. O corpo foi encontrado com feridas depois que ele foi dado como desaparecido.


Outras duas pessoas foram mortas no rio Tebercuary, na cidade de Misiones. Os corpos foram encontrados com mordidas de piranha, relatou o jornal La Nacion.


Outros relatos de ataques do peixe foram registrados na região. Sete deles na noite de ano novo na praia do clube de natação Bella Vista em Itapuã, no Paraguai. Adrian Cardoza, gerente do clube, disse que estão pensando em colocar produtos químicos na água para manter as piranhas longe.


O biólogo Julio Javier Capli explicou ao canal ABC.com.py que as piranhas podem se esconder atrás da vegetação flutuante dos rios antes de atacar as pessoas. Ele disse também que os peixes são mais propensos a atacar durante a temporada de reprodução, mas também em climas quentes, quando o nível da água nos rios está baixo.


As piranhas normalmente se movem em grupos e é o macho que geralmente ataca para proteger os filhotes. As mordidas são debaixo d'água, não com o predador saltando, como costuma ser mostrado em filmes de terror.


Fonte: Correio Braziliense

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo