top of page

Santos denuncia racismo na Sul-Americana: “Gestos imitando macacos”

De acordo com o clube, Ângelo e Joaquim teriam sidos o alvos dos torcedores do Audax Italiano, equipe do Chile


Imagem: Raul Baretta/ Santos FC


Mais um triste caso de racismo no futebol. Na noite dessa quarta-feira (24/5), na partida entre Santos e Audax Italiano, em partida válida pela Sul-Americana, dois jogadores do time alvinegro, Ângelo e Joaquim, sofreram ataques por parte dos torcedores do time chileno.


Nas redes sociais, o Santos protestou com uma nota de repúdio : “Atletas foram atacados verbalmente e com gestos imitando macacos”. Ainda de acordo com a equipe paulista, o clube informou que o caso foi relatado ao delegado da partida e já está nas mãos da Conmebol.


Questionado sobre o assunto em coletiva após a partida, o técnico Odair Hellmann pediu uma postura mais incisiva das pessoas envolvidas com o futebol frente ao racismo. Ele defendeu que, em situações como essa, os dois times deixem o campo e afirmou que só não tomou tal atitude pois, além de a denúncia só ter sido feita ao fim da partida, não teria poder para tomar a decisão.


“Eu não tenho cargo no clube em que tenho poder de decidir essas coisas, mas eu, dentro do campo de jogo, se passar uma situação dessa, que nesse caso foi no final da partida se não me engano, mas dentro do processo de jogo… o que temos de fazer? Acabar a partida, sair todo mundo de campo. Sair o adversário, sair nós. Que a Conmebol, a Fifa, a CBF busquem as pessoas e puna, tem câmera para todo lado hoje. Se não punir, isso vai continuar. Isso é um sofrimento histórico, irreparável”, comentou.

Informações do Metrópoles.



5 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page